Aproveite o Verão Carioca

 In

O verão sempre foi a marca registrada do Rio de Janeiro. Ano após ano, milhões de turistas vêm para conhecer as maravilhas naturais da Cidade Maravilhosa. Pensando nas opções cariocas para o verão 2019, fizemos um roteiro com trilhas e praias que existem na Barra e suas regiões, além de uma lista de restaurantes no famoso Polo Gastronômico de Vargem Grande, que valem a pena conhecer!

Contemplando visuais

Pedra Bonita

Com um percurso leve e de duração média de 40 minutos, a trilha para a Pedra Bonita leva para um dos locais com as vistas mais belas da cidade. No mesmo local, o visitante pode ver também os saltos de Asa Delta e Parapente na rampa de voo livre. É possível ver animais e água natural corrente em todo o percurso. No fim da trilha dá para contemplar a Pedra da Gávea, Praias da Barra, São Conrado, Leblon e Ipanema, além do Morro Dois Irmãos, Floresta da Tijuca e algumas partes das zonas Sul e Oeste. Para chegar há dois modos: indo até a orla de São Conrado e subindo a Estrada das Canoas até encontrar uma placa indicando o início do trajeto; ou pela Estrada das Furnas, no Alto da Boa Vista, virando na Estrada da Gávea Pequena e seguindo até o local da entrada. Há estacionamento no local.

Pedra da Gávea

Considerada uma das mais difíceis trilhas do Rio, é preciso atenção e condicionamento físico para subir a Pedra da Gávea. Apesar do trajeto longo e pesado, a vista da cidade que seu cume oferece é algo inigualável. No fim da trilha, há a escalada da carrasqueira, uma parede com aproximadamente 30 metros de altura, considerada o ponto mais crítico do trajeto.
A pedra fica localizada dentro do Parque Nacional da Tijuca e a trilha começa após a Praça Professor Velho da Silva, pegando a segunda saída, uma rua sem nome, similar a um condomínio e guardada por uma guarita.

Pico da Pedra Branca

Com 1024 metros de altura, o Pico da Pedra Branca é o mais alto da cidade e os 11 quilômetros de subida são percorridos em aproximadamente 3 horas. Apesar de longa, a trilha é tranquila de ser feita. O pico fica no Parque Estadual da Pedra Branca, a maior floresta de área urbana do mundo, com mais de 12000 hectares entres os bairros Vargem Grande, Campo Grande, Recreio, Jacarepaguá entre outros da Zona Oeste. Para chegar lá é preciso ir até a Estrada do Pau da Fome nº 4003, em Jacarepaguá.

Pico do Caeté

A trilha se inicia no Parque Municipal Ecológico da Prainha, na Zona Oeste, e é cercada por Mata Atlântica durante todo o trajeto. A caminhada é considerada leve, durando em média 30 minutos. É possível observar diversos exemplares de plantas e animais. O caminho é bem definido e sinalizado até atingir o cume. De cima do morro, há um mirante localizado a 130 metros de altitude, que oferece ampla visão para a Pedra do Pontal, Recreio dos Bandeirantes e Barra da Tijuca.

Açude do Camorim

Construído no início do século XX, o Açude do Camorim ainda abastece boa parte de Jacarepaguá. A trilha ao redor do açude tem cerca de dois quilômetros de caminhada, a subida é considerada fácil e o trajeto é bem marcado. O início do percurso localiza-se ao lado do Centro de Visitantes do açude. Diversas espécies de árvores, ainda remanescentes da Mata Atlântica, além de riachos, servem de cenário para a trilha, que dura pouco mais de uma hora.

Pedra do Telégrafo

A tradicional trilha começa em Praia Grande, Barra de Guaratiba, de onde se pega o Caminho dos Pescadores. De lá, é preciso subir uma escadaria que leva à Capela de Nossa Senhora das Dores, até chegar à Rua Parlon Siqueira. O percurso é considerado moderado, sendo preciso fazer uma trilha de 50 minutos e com bastante inclinação para chegar até lá. Lá no alto o visual é diferente. Nada clichê. Ao invés de vermos o morro dois irmãos, clássico do cartão postal do Rio, encontramos uma imensidão de horizonte, onde o azul do mar se mistura com o azul do céu. Podemos ver as praias selvagens, as praias da zona oeste do Rio e também, ao fundo, a Pedra da Gávea.

Areias fora da rotina

Prainha

O local fica entre o azul do mar e o verde da floresta, sendo uma faixa estreita de areia. Localizada logo depois da Praia da Macumba, separada por um morro, a Prainha não tem acesso pelo transporte público e a chegada fica restrita aos que pegam o carro cedo para fazer uma pequena viagem. É uma das preferidas pelos surfistas, devido às suas ondas perfeitas para o surf.

Joatinga

Localizada dentro de um condomínio no Joá, a Praia da Joatinga não é restrita somente aos moradores. Para chegar até lá, basta pegar a Estrada do Joá e entrar no condomínio na Pascoal Segreto. O acesso à praia é feito por uma escada na rua Sargento José da Silva.
A praia é conhecida por atrair artistas e famosos e não é acessível em dias de maré alta.

Reserva

Excelente opção para quem quer fugir da multidão, já que por conta da extensão, é difícil ver a Praia da Reserva lotada. Situada entre os bairros da Barra da Tijuca e Recreio, pertence à Área de Proteção Ambiental de Marapendi. Para chegar basta seguir pela Avenida Lúcio Costa até o posto 9.

 

 

 

Abricó (Grumari)

Desde 2003, a praia é única destinada à prática do naturismo em toda a cidade. Entretanto, a prática é obrigatória apenas aos finais de semana e feriados. A praia de Abricó está localizada dentro do Parque Municipal de Grumari, após a Prainha e junto à praia de Grumari.

Ilhas Tijucas

O conjunto de ilhas está entre a Barra da Tijuca e São Conrado, a quase 2 km do canal de Joatinga. O arquipélago se divide em três ilhas: a do Meio; a Pontuda, onde há um farol; e Alfavaca, ponto de mergulho ideal para ver de perto a fauna marinha. O pequeno paraíso merece tempo para a contemplação, das águas cristalinas, dos paredões rochosos e da silhueta da cidade que se vê de longe. O percurso pode ser feito de Stand Up Paddle (alugado ou próprio), BigSUP, caiaque de fundo transparente, Jet Ski ou barco.

Praia do Secreto

Uma trilha curta e íngreme a partir da Praia da Macumba chega à piscina natural do Secreto. Quando a maré está baixa é possível curtir a piscina de águas claras que se forma entre as pedras. O Secreto fica entre as praias da Macumba e Prainha, no Recreio. As duas são bem conhecidas na região, para chegar até lá é só ir seguindo a orla desde a Barra, depois pegar uma trilha rápida de 5 minutos no mato e descer a pedra. Acessível apenas na maré baixa.

Unindo trilha e mar

Praia do Perigoso

A caminhada tem seu início na praia de Guaratiba e segue até a praia do Perigoso. Durante o percurso, é possível subir até o topo da Pedra da Tartaruga que oferece belíssima vista das duas praias de águas límpidas. A caminhada tem 1,5km por dentro da vegetação de Mata Atlântica e não exige elevado condicionamento físico, durando aproximadamente 40 minutos. O local é considerado ideal para quem gosta de acampar.

Criado na década de noventa e com as forças retomadas em 2017, o Polo Gastronômico de Vargem Grande é uma saborosa opção para um passeio nos dias quentes de Fevereiro. Seja para almoçar, jantar ou tomar um lanche a área é um verdadeiro convite à boa gastronomia. Em Vargem Grande graças à iniciativa associativa da comunidade local, foi criado o Polo que visa preservar o legado histórico e cultural da região, apoiando artistas locais, protegendo as riquezas naturais do bairro, se transformando, assim, em um circuito cultural e turístico da cidade do Rio de Janeiro. O Polo conta atualmente com 16 restaurantes renomados com pratos requintados que dão água na boca só de olhar, separamos alguns para essa edição para que o leitor possa escolher a melhor opção:

Polo Gastronômico de Vargem Grande

Alpendre

O Restaurante Alpendre guarda uma história de 20 anos. O cardápio formulado, e constantemente reinventado, une o melhor da gastronomia de diversos estados do Brasil. As especialidades da casa são Frango Alpendre, a Carne de Sol com Baião-de-dois e Aipim, o Pintado com arroz de brócolis, Costela de Tambaqui com arroz de manga, bem como sua famosa Picanha à Brasileira. Para sobremesa, temos como opção o Pavê de banana, compotas de doces típicos com queijo minas e sorvete de tapioca. Além dessa gama de opções, o restaurante, com ambiente rústico, tem uma bela degustação das porções de queijo coalho, macaxeira frita, feijão amigo com torresmo frito na hora, ou ainda os deliciosos pastéis, todos muito bem harmonizados com uma cerveja.

Estrada do Sacarrão 897, Vargem Grande.

Casa Três Bistrô & Suíte

As saborosas criações orgânicas da chef Maria Siniscalchi, preservando o melhor do sabor natural dos alimentos e temperos para aguçar o paladar é o que torna o restaurante uma das boas opções do Polo. Com um ambiente charmoso e um visual único, os clientes podem escolher por passar a noite no local e desfrutar de suítes intimistas, no coração da Mata Atlântica, em um dos bairros com a natureza mais preservada do Rio de Janeiro. As suítes se tornaram em um verdadeiro refúgio à correria da cidade do Rio de Janeiro. Aconchegantes, ricas em cores e em detalhes, elas são perfeitas para desfrutar de uma noite especial em casal.

Estrada do Sacarrão 867, Casa 3 – Vargem Grande.

Don Pascual e Espaço Don

Inaugurado em 2004, o Restaurante Don Pascual vai além do menu da chef Roberta Almeida. Uma Floresta que faz parte da Mata Atlântica aguarda os clientes para momentos especiais com a família. Lounges, confortáveis mesas e cadeiras de madeira, lareira e um alegre e inspirador jardim compõem a ambientação da casa que foi cuidadosamente preparada pelo anfitrião Claudio Kovachy. O projeto arquitetônico de Jorge Berton conta com decoração rústica, composta de madeira colonial, portas medievais, paredes de pedras, iluminação indireta e confortáveis poltronas para agradáveis reuniões e encontros. O Don Pascoal possui, ainda, suítes para quem quer aproveitar o sossego da região. Já o seu cardápio, possui uma extensa lista de carnes nobres uruguaias, além de Raviolli de Cordeiro, pizzas artesanais, entre outros. Já no Espaço Don o cardápio pode ser servido em um ambiente totalmente voltado para festas.

Espaço Don – Estrada dos Bandeirantes 23.641 / Don pascoal Pousada & Restaurante – Estrada do Sacarrão 867, Casa 3 – Vargem Grande.

Fregata

A pizzaria é 100% voltada para ingredientes artesanais e traz um novo conceito em fazer pizza. Com um cardápio variado com as mais diversas pizzas, a Fregata vai das tradicionais pizzas de mozarela, calabresa e peperone, até as pizzas de lombo canadense com abacaxi, de presunto de parma, entre outras. Na galeria das pizzas doces, Banana, Chocolate Nestlé, Chocolate Branco Nestrlé e Nutella, fazem a vez. A casa ainda possui um cardápio de vinhos para quem não dispensa uma boa bebida alcóolica na hora de comer uma boa massa.

Estrada dos Bandeirantes, nº 23303, Loja C – Vargem Grande.

 

 

Gepetto

Cristina Taccolini, nascida na cidade de São Paulo, de uma família tradicional italiana, e Francisco Quércia, paranaense, abriram em Vargem Grande, num clima saudável das montanhas, um restaurante com apenas 60 lugares, onde gradativamente foi se expandindo com a excelente qualidade de seus pratos e o excepcional atendimento personalizado de Lucília Brum. Com saborosas opções de culinária da Itália, mas sem esquecer os sabores do mar e da carne, o Gepetto traz, para os seus clientes, comida de qualidade em um ambiente agradável. A casa ainda possui opções de pizzas e sobremesas.

Estrada dos Bandeirantes, 23.417 – Vargem Grande

Gugut
A cozinha brasileira é fortemente representada no restaurante Gugut. O cardápio variado traz verdadeiras delícias, com pratos que servem até duas pessoas, como Costela no Bafo, Leitão à Pururuca e Costela de Javali. O Javali à Brasileira serve até quatro pessoas. Além do cardápio de carnes especiais, os frutos do mar estão presentes no restaurante, além de pratos voltados para as crianças. Em um clima de sítio, as crianças podem aproveitar o parquinho e os brinquedos, enquanto os pais podem aproveitar o restaurante. O cardápio é todo assinado por Augusto Bonfim, o Gugut, o chef traz toda sua sabedoria e qualidade para dentro de seus pratos.

Estrada do Rio Morto, 541 – Vargem Grande

 

Skunna

O tradicional restaurante Skunna, fundado em 1991, sempre foi uma das referências da região, tanto no sabor, quanto no atendimento. Especializado em frutos-do-mar, o restaurante apresenta um cardápio repleto de boas opções, que vão desde os pratos mais tradicionais, como risoto de camarão, bobó e peixes diversos, até criações mais exóticas, como Feijoada de Frutos do Mar, Filé de Peixe ao Molho de Tangerina e Risoto de Lagostins. Além da comida, o atendimento de primeira, parquinho para as crianças, ambiente agradável e com ar-condicionado, completam os atrativos do Skunna.

Estrada dos Bandeirantes, 23363 – Vargem Grande