Atualização de Cadastro

 In

Assunto sério e indispensável à segurança é o controle de acesso dos moradores, prestadores de serviços, trabalhadores, visitantes e veículos. O cadastro atualizado dos proprietários e moradores garante o bom andamento da administração do condomínio.

O elemento humano é a ponta mais vulnerável da segurança. É preciso qualificação, treinamento e atualização constante, porém, é indispensável a manutenção de um cadastro atualizado de moradores, prestadores de serviços e veículos junto à portaria e administração.

É interessante ter dois modelos de cadastro que devem ser preenchidos pelos proprietários dos imóveis: um mais completo, mantido de forma sigilosa pelas administradoras e síndicos, e outro básico, para orientar o trabalho da portaria, contendo os nomes dos residentes, dos empregados, telefones para contato e especificação dos veículos como, por exemplo, motos e carros (incluindo as placas).

O telefone atualizado, principalmente o celular, é primordial, em casos emergenciais é a forma mais rápida de se chegar ao morador. Existem os moradores que se negam a deixar dados importantes como RG, CPF ou até mesmo telefone e placa de automóveis. A formação e atualização do cadastro é obrigação do condomínio e está prevista na maioria das convenções.  Aparece como dever do proprietário em regulamentos internos. Na falta de previsão, é de extrema importância levar a respectiva aprovação em assembleia, deixando claro em regimento interno. Estabelecendo inclusive sansões como multa ou advertência contra os proprietários omissos.

A grande maioria dos condomínios acaba não mantendo o cadastro atualizado de condôminos, dificultando ações de contingência. Um vazamento de gás ou de água poderá representar um grande transtorno pela dificuldade de se acionar os proprietários do imóvel, porém, a principal distorção ainda ocorre dentro da segurança, muitos fazem o controle de acesso confiando meramente na memória visual dos porteiros para permitir quem pode ou não entrar.

Outro fato importante de ser levantado é a falta de baixa no cadastro dos condôminos que não residem mais no imóvel e consequentemente a liberação nas áreas comuns do condomínio. A administração tem a obrigação de administrar e atualizar essas informações, dando a efetiva baixa cadastral, não somente no antigo morador, como também, veículos, prestadores de serviços, empregados domésticos ou qualquer outra pessoa que não faz mais parte das atividades do condomínio ou reside no imóvel.

 

Fonte: https://mestresindico.com.br/2017/08/15/a-importancia-do-cadastramento-de-moradores/