Brincadeiras para reunir a turma do condomínio

 In

Dezembro e janeiro são meses de férias, algumas pessoas viajam e passam o período ausentes. Trouxemos algumas dicas para movimentar as crianças que ficam no condomínio. No período é comum receber visitantes e amigos, o que faz a brincadeira se alongar ainda mais. As crianças da atualidade tendem a preferir a diversão digital, mas por que não aproveitar as férias e incentivar a prática de atividades ao ar livre?

 

Acerte ao alvo com esponja molhada

Para esta brincadeira você só vai precisar de giz ou folhas de E.V.A. para fazer o alvo no chão, um balde com água e esponjas. Cada criança deve pegar uma esponja, mergulhar na água e arremessar em direção ao alvo. A distância do arremesso pode variar de acordo com a faixa etária e altura dos participantes. Se tiver esponjas coloridas o lançamento pode ser feito ao mesmo tempo. Caso seja uma cor, é possível identificar com números com caneta permanente ou lançar um por vez e decidir o ganhador da rodada.

 

Guerra de bexiga d’água

Esta é fácil e muito divertida. Basta pegar baldes e dividir as bexigas d’água por igual entre os times. Você pode eliminar participantes que forem molhados pelas bexigas que estourarem, ganha o time ou o participante que ficar por último. Caso as bolas acabem, vence quem tiver mais participantes no jogo. É importante lembrar de encher as bolas num tamanho que não fique tão vazia a ponto de não estourar, nem tão cheia a ponto de ficar complicada de arremessar. Oriente os participantes a não jogar as bexigas nas áreas mais sensíveis nos oponentes, o objetivo é se divertir e não se machucar ou brigar.

 

Cabo de Guerra

Com uma corda grande e resistente, distribua a turma em dois times. Amarre um pano exatamente no meio da corda e delimite no chão os espaços que a marcação deve ultrapassar para se declarado campeão. Para evitar acidentes oriente as equipes a parar de puxar mas não soltar a corda quando a partida for encerrada. Mas de qualquer forma, coloque as crianças maiores nas extremidades da corda para evitar maiores problemas caso a corda escape e derrube o time.

 

Passe a água

Todo mundo pode participar desta e ainda incentiva a colaboração. Coloque os participantes em fila e cada um deve ter um copo na mão. Um balde cheio de água e um segundo sem. Eles vão precisar passar a água sem sair do lugar. Se quiser dificultar você ainda pode colocar quem está com a água de costas para o receptor. Vai ter muita risada. Se o propósito maior é unir a turma, você pode optar por fazer um único grupo e desafiar todos a colocar mais água no segundo balde em menos tempo. Assim os pequenos já vão aprendendo a importância da união e da compreensão.

 

Corrida de saco

Sabe aquele saco de estopa que se encontra na feira? Ele será essencial nesta brincadeira. Trace a linha de partida e a linha de chegada na quadra, ou um ponto para fazer a volta e quem voltar primeiro a linha de partida vencerá. Nesta brincadeira é legal definir grupos por faixa etária para evitar esbarrões.

 

Piquenique

 

Brincar também dá fome, e por que não promover um lanche coletivo ao ar livre? Se não tiver muito espaço verde ou evitar sujeira e bagunça no jardim, o momento pode ser feito na área de lazer, na quadra ou até no salão de festas. Vale dispensar as mesas e colocar uma grande toalha no chão. Coloque os alimentos no centro e todos poderão ficar ao redor. É um bom momento para brincar de descobrir qual é a comida colocando os participantes vendados. Para o cardápio opte por comidas leves e de fácil manuseio tais como: biscoitos, salgadinhos, frutas fatiadas, bolo caseiro, entre outros. Para beber, incentive suco natural de frutas.

 

Veja outras brincadeiras em: https://www.soumae.org/30-brincadeiras-ao-ar-livre/ ou pesquise “brincadeiras ao ar livre”.