Cinco dicas para reduzir o consumo de água.

 In

Oficialmente, o verão começa em 22 de dezembro, mas o calor já começou. E, para nos refrescarmos, nada melhor do que água. No entanto, poucas pessoas sabem formas e meios para diminuir seu consumo. Por isso, preparamos algumas dicas para economizar e, quem sabe, reutilizar essa substância, que é de vital importância para nossa sobrevivência.

 

INSPEÇÕES DE ROTINA

Muitos não devem saber, mas um banho, por si só, pode gastar, em média, cerca de 100 litros. Já escovar os dentes com a torneira aberta, 12 litros. E fazer a barba, em média, 20 litros. Por isso, além de economizar, é muito importante verificar as caixas de descarga e torneiras. Além disso, uma vistoria periódica por técnicos responsáveis também é uma boa medida para economizar.

 

INDIVIDUALIZAÇÃO DOS HIDRÔMETROS

Essa medida é, sem dúvida, uma das principais para diminuir gastos. Pelo sistema tradicional, os condôminos pagam o gasto total de água do prédio. Contudo, se o consumo fosse regulado de forma individual, provavelmente haveria uma conscientização maior de cada morador para economizar, pois cada apartamento pagaria aquilo que viria a consumir mensalmente.

 

REDUTORES DE VASÃO

Instalar aparelhos como torneiras automáticas e chuveiros inteligentes mesmo o custo sendo alto, a economia começa logo no primeiro mês de instalação.

 

TROCAS DOS SANITÁRIOS

Sanitários antigos, com válvula, gastam entre 12 a 24 litros por descarga, já aqueles com caixa acoplada, algo em torno de 3 a 6 litros, dependendo da necessidade. Sendo assim, a troca de sanitários antigos nas áreas comuns do condomínio (caso existam), já representaria para uma boa economia.

 

REAPROVEITAMENTO DA ÁGUA DA CHUVA

Reaproveitar a água da chuva para descarga, jardinagem e limpeza de áreas comuns é uma boa alternativa para economizar. Entretanto, pelo fato da instalação do sistema ser alto, é importante verificar se ele vale a pena, diante do volume de água consumido.