Implante essa ideia – Por Lilian Neves

 In

Por Lilian Neves

Na música do Cazuza o futuro repete o passado

Em se tratando de previsão orçamentária, não é bem assim.

Muitos, para elaborarem a previsão orçamentária do novo exercício, em meio aos preparativos para a AGO anual, recorrem logo à planilha do ano anterior.

Muita atenção nessa hora!

O mais recomendado para uma elaboração assertiva e bem embasada do orçamento é reunir os seguintes elementos:

  • Checklist técnico/ficha técnica do condomínio, demonstrando todos os quantitativos e especificações de equipamentos e instalações que devem ser mantidos.

Exemplos: Quantidade e especificação de bombas, splits de áreas comuns, câmeras (CFTV), interfones, portões, m3 de reservatórios para higienização, equipamentos de combate a incêndio, m2 e m3 das piscinas e espelhos d’água, m2 de jardins, leitura mensal de hidrômetros, se tem ETE, gerador etc.

  • Mapa de cotação e coleta de preços no mercado/fornecedores (mínimo 3).

Tendo um completo checklist técnico, o gerente ou síndico conseguirá realizar uma eficaz cotação de mercado e montará um mapa com no mínimo 3 concorrentes. A amostra de 3 é para dar opção e ratificar que os preços cotados estão alinhados. Se houver disparidade, faça uma nova cotação para que a amostra esteja consistente.

  • Informação de índices de correção projetados (pessoal, contratos, concessionárias);

Um quadro de índices projetados ou reais é fundamental para corrigir os contratos. Por exemplo, elevadores normalmente adotam IGP-DI/FGV, Pessoal / Acordo coletivo da categoria etc.

  • Matriz de previsão orçamentária completa

A planilha que será utilizada para o orçamento deverá ser bem completa, refletindo uma espécie de plano de contas do condomínio e não omitindo nenhuma rubrica orçamentária importante.

O ideal é agrupar as rubricas por “famílias”. Seguem exemplos:

 

  • Série histórica de despesas do ano anterior.

O relatório “orçado x realizado” do ano anterior será apenas uma informação acessória, subsidiária e não determinante.

Com esses 5 elementos, certamente a elaboração do orçamento de seu condomínio estará melhor estruturada, confiável e geradora de melhorias às finanças, pois, conhecendo bem as necessidades prediais e operacionais, consultando o mercado e tomando as decisões certas, a previsão orçamentária deixará de ser um mero item de pauta de assembleia que gera cotas todos os meses para se tornar uma ferramenta gerencial de controle e aperfeiçoamento do Condomínio.